quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Bolo Formigueiro


Como ando pegando muitas encomendas - a propósito, todo mundo já curtiu a página da Cookies&Co. no Facebook? Vai lá ver o que ando fazendo em paralelo ao meu trabalho no escritório! - sobra sempre bastante granulado em casa. Eu não curto muito reutilizar várias vezes, ainda mais depois de manuseá-lo. Aí guardo sempre separado em um pote. E como o pote estava quase cheio, encasquetei que deveria fazer um bolo formigueiro. Domingo em casa sozinha com as crianças, decidi então que faria o danado do bolo. Mas também não queria um bolo comum. Queria um bolo formigueiro, feito com iogurte, que usasse pouca manteiga. Peguei meus livros, pesquisei aqui e ali e achei uma receita que me satisfez. Fiz o bolo na fôrma de bundt cake e ele desenformou maravilhosamente. Uma textura macia e molhadinha, provavelmente pela adição do iogurte, que fez sucesso no lanche com a turminha! Tristeza foi ter que dividir o último pedaço com tanto menino!

Bolo Formigueiro

Ingredientes:

1 e 1/2 xíc. (chá) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento
1/4 colher (chá) de sal
3/4 xíc. (chá) de iogurte natural
1 xíc. (chá) de açúcar
3 ovos grandes
1/2 colher (chá) de essência de baunilha
1/3 xíc. (chá) de óleo de girassol
3/4 xíc. (chá) de granulado de chocolate (usei Split da Callebaut, ao leite e meio amargo)

Modo de Preparo:

Pré-aqueça o forno a 180oC. Unte com manteiga e enfarinhe uma fôrma redonda de 24 cm ou uma fôrma com furo no meio, de 24cm. Em uma tigela, peneire a farinha, o fermento e o sal e reserve. Em outro recipiente, misture bem o iogurte, o açúcar, os ovos, a baunilha e o óleo. Junte a mistura líquida à farinha e misture somente para incorporar. Por último, adicione o granulado, mexendo bem. Despeje a massa na fôrma e leve para assar por cerca de 25 minutos, ou até que passe no teste do palito. Retire do forno e deixe esfriar sobre uma grade. Desenforme e sirva em temperatura ambiente.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Torta de Cupuaçu


Há umas duas semanas, fomos a um churrasco na casa de amigos muito queridos, que calham de ser os pais dos melhores amigos das crianças - leia-se Bruno e Marcelo, porque por mais que tenhamos insistido, não quiseram dar um melhor amigo pro Caio. Churrasco delicioso, sol a pino, tudo uma maravilha. Estava na cozinha batendo papo e eis que a sou convidada a experimentar uma torta de cupuaçu, preparada pela sogra da minha amiga. Ela disse que guardou um pedaço pra mim, porque sabe que sou ligada no esquema da culinária, e queria que eu experimentasse a torta que ela fez. Já na primeira mordida, paixão: a camada de bolacha crocante, o doce delicioso de cupuaçu, o creme perfeitamente doce e o suspiro pra finalizar. Já voltei pra casa cheia de ideias para reproduzir a receita. Fui à feira no sábado com a minha avó, exímia escolhedora de cupuaçu, comprei 2 frutas e chamei ela para vir em casa fazer comigo no domingo. Mas quem disse que eu aguentei esperar? Já no sábado mesmo fiz a torta, que ficou ainda melhor geladinha no dia seguinte!

Torta de Cupuaçu

Ingredientes:

Massa

200g de bolacha maisena
100g de manteiga sem sal amolecida

Doce de Cupuaçu

3 xíc. (chá) de cupuaçu sem caroço
3 xíc. (chá) de açúcar
Água, se necessário

Creme

1 lata de leite condensado
A mesma medida da lata de leite
3 gemas
1 colher (sopa) de amido de milho

Suspiro

3 claras
2 colheres (sopa) de açúcar

Modo de Preparo:

Massa - Triture os biscoitos no liquidificador e misture com a manteiga. Forre o fundo de uma assadeira de 24cm de diâmetro. Leve ao forno pré-aquecido a 200oC até que a massa fique levemente dourada na beirada. Reserve

Doce - Coloque todos os ingredientes em uma panela grande e cozinhe em fogo médio, por cerca de 20 minutos, ou até que o doce adquira uma consistência pegajosa e cor âmbar. Se necessário, adicione um pouco de água. Mexa sempre para não queimar. Reserve.

Creme - Junte todos os ingredientes em uma panela e misture bem com um fouet, até que a mistura engrosse, sem empelotar. A consistência deverá ser a de um mingau grosso. Retire da panela e deixe esfriar em uma tigela rasa.

Suspiro - Bata as claras em neve na batedeira. Quando já estiverem em ponto de pico, acrescente o açúcar, batendo bem para incorporar.

Montagem - Coloque cuidadosamente o doce de cupuaçu por cima da camada de biscoitos. Junte o creme e, com um saco de confeitar sem bico, faça bolinhas sobre a torta. Leve ao forno pré-aquecido a 240oC para queimar o suspiro. Se preferir, use um maçarico. Leve à geladeira por cerca de 4 horas antes de servir.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Madeleines


Em um dia desses de café da manhã com o Bernardo, resolvi pedir uma cesta de pães. Aí veio um pão francês, um pão de grãos, um pão de queijo, um financier e uma madeleine. Comi todos, adorei todos, mas o que me chamou atenção mesmo foi a madeleine. Um bolinho macio e amanteigado, com o sabor da laranja delicioso. Na mesma semana fiz em casa, e confesso que ficou bem parecido com o do café francês! Caio adorou, toda hora ia na cozinha pegar um 'bolinho' no pote em cima da bancada!

Madeleines
do Family Kitchen Cookbook

Ingredientes:

60g de manteiga sem sal, derretida
60g de farinha de trigo com fermento, peneirada
60g de açúcar refinado
2 ovos, levemente batidos
Raspas de 1/2 laranja

Modo de Preparo:

Pré-aqueça o forno a 180oC. Unte com manteiga derretida e enfarinhe uma fôrma de madeleines e reserve. Em uma tigela, coloque o açúcar, os ovos e as raspas de laranja. Bata na batedeira até que a mistura fique clara e cremosa. Peneire a farinha sobre o creme e incorpore, sem retirar muito ar. Acrescente a manteiga e misture somente para incorporar. Encha as fôrminhas com a massa e leve ao forno por cerca de 10 minutos, ou até que estufem no centro e passem no teste do palito.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Folhado de Tomatinho, Queijo de Cabra e Manjericão


Se tem uma coisa que ando amando nessa vida é o queijo de cabra. Como com tudo: puro, com doce, com pão, com salada, com sopa, enfim, de todo jeito ele é uma delícia. Semana passada fui preparar o jantar. Tirei o peixe do congelador e decidi também tirar a massa folhada. E como tinha ido no mercado e me abastecido de caixas e mais caixas de tomatinhos orgânicos - que quase não acho mais - achei uma boa ideia unir o útil ao agradável, e usar o que tinha sobrando em casa pra preparar mais um prato para a janta. Os tomatinhos são lindos e amarelinhos, e ficaram com o sabor do tomatinho confit, que eu amo, dentro do folhado. E a preparação, facílima: Fiz um creme com queijo de cabra, creme de ricota e manjericão picado. Depois coloquei os tomatinhos cortados ao meio, fechei o folhado, apertei com um garfo para selar a borda e forno a 200oC por 20 minutos, ou até dourarem. Deixei o peixe de lado e me empanturrei com os folhadinhos! No dia seguinte, com o que sobrou do creme, fiz essas bruschettas! Maravilha!

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Panquecas de Iogurte Natural


Acordei hoje e fiquei sabendo que é comemorado, na Europa, o Shrove Tuesday, dia que antecede a quarta-feira de cinzas, também conhecido como Dia da Panqueca. Por isso, pipocaram no meu instagram e no meu face opções do quitute. Como hoje é feriado e passamos o dia curtindo a maior preguiça, decidi fazer as panquecas para o lanche, usando uma receita ótima que tinha visto na internet um dia desses. A receita é bem enxuta, leva pouca gordura e a adição do iogurte realmente deixa as panquecas fofíssimas! Ótima maneira de comemorar o Pancake Day!

Panquecas de Iogurte Natural

Ingredientes:

1 e 1/2 xíc. (chá) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento
2 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de óleo
2 ovos
1 colher (chá) de essência de baunilha
3/4 xíc. (chá) de iogurte natural
3/4 xíc. (chá) de leite
Óleo para fritar
Mel, xarope de bordo e manteiga para servir

Modo de Preparo:

Em um recipiente, peneire a farinha, o fermento, o açúcar e o sal e reserve. Em outra tigela, misture o óleo, os ovos, a essência de baunilha, o iogurte e o leite. Junte a mistura líquida aos secos e misture somente para incorporar. Aqueça uma frigideira em fogo médio-baixo, unte com óleo e coloque porções da massa. Assim que começarem a borbulhar, vire-as e deixe que dourem do outro lado. Retire do fogo e repita a operação até terminar a massa. Sirva com mel e manteiga.

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Panquecas de Banana com 2 Ingredientes


Já falei aqui várias vezes o tanto que eu tenho preguiça de carnaval. Gente suada, tumulto, barulho e outros incômodos não fazem bem a minha alegria durante o feriado. O que eu realmente valorizo é a paz de estar em casa com as crianças, cheia de tempo para fazer as coisas que eu gosto. E como eu gosto muito de simplicidade, essa receita dessas panquequinha vieram a calhar. Já tinha visto no Pinterest e depois vi no blog da Léia essas lindezas que, de tão fáceis, não precisam nem de receita. Bati no liquidificador 1 ovo inteiro, 1 clara e 1 banana. Untei uma frigideira com óleo e coloquei pequenas porções da massa em fogo baixo. Assim que elas começaram a borbulhar, virei e deixei o outro lado dourar. Servi com framboesas e mel.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Peixe Empanado na AirFryer


Naquele dia que fomos ao mercado, compramos dois pacotes do tal do filé de merluza, o peixe com espinhas. Fiz aquela outra receita e ainda sobrou um pacote inteiro. Aí, final de semana chegou e não tinha muita coisa na geladeira. Resolvi empanar o peixe que sobrou com um panko que tinha aqui em casa. Por incrível que pareça, essa leva de peixe não tinha nenhuma espinha e o empanado ficou crocante e saboroso, como tudo o que tem saído da AirFryer ultimamente!

Peixe Empanado na AirFryer

Ingredientes:

500g de filé de merluza
3 dentes de alho amassados
Sal e pimenta a gosto
1/3 xíc. (chá) de farinha de trigo
2 ovos levemente batidos
2 xíc. (chá) de panko ou farinha de rosca torrada

Modo de Preparo:

Tempere os filés do peixe com o alho, o sal e a pimenta. Passe o peixe pela farinha de trigo, pelo ovo e finalmente pelo panko. Retire o excesso do panko e coloque na cestinha da AirFryer, já pré-aquecida a 200oC por 3 minutos. Deixe assar por cerca de 10 minutos a 200oC, ou até que a casquinha fique douradinha. Retire e sirva com fatias de limão e molho tártaro.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...